Monark pede desculpa
Reprodução
Monark pede desculpa

O apresentador Monark, do Flow, usou as redes sociais para pedir desculpas após defender a criação de um partido nazista no Brasil.

"Eu queria pedir desculpas. Eu errei, a verdade é essa. Eu estava muito bêbado e fui defender uma ideia, que acontece em outros lugares do mundo, nos EUA por exemplo, mas eu fui defender essa ideia de um jeito muito burro, eu estava bêbado, eu falei de uma forma muito insensível com a comunidade judaica. Peço perdão pela minha insensibilidade, mas peço compreensão, são quatro horas de conversa, fui insensível, sim.

Durante o programa, Monark afirmou que deveria existir um partido nazista reconhecido pela lei.

"A esquerda radical tem muito mais espaço que a direita radical, na minha opinião. As duas tinham que ter espaço, na minha opinião [...] Eu acho que o nazista tinha que ter o partido nazista reconhecido pela lei", disse Monark durante o programa.

Leia Também

Leia Também

A fala do apresentador causou a debandade de patrocinadores e até de entrevistados do programa.

Em suas redes sociais, Puma e iFood se manifestaram sobre o caso. O iFood afirmou que não patrocina mais o programa desde novembro do ano passado.

"O iFood não mantém mais relação comercial com o Flow. Nossa decisão de encerrar o patrocínio com o podcast foi tomada, de forma definitiva, em novembro de 2021", escreveu.

O iFood não mantém mais relação comercial com o Flow.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários