Bolsonaro aposta no Pix como bandeira eleitoral em 2022
Reprodução
Bolsonaro aposta no Pix como bandeira eleitoral em 2022

Diante da dificuldade de alavancar as pautas econômicas ao longo dos três anos de seu governo e sem grandes resultados na área, o presidente Jair Bolsonaro vai  apostar no Pix, instrumento de transferências bancárias em tempo real via internet, como bandeira eleitoral.

Desenvolvido pelo Banco Central, o Pix alcançou enorme popularidade no país. Em paralelo à busca de pautas com apelo, o comitê da campanha ainda discute qual será a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, na elaboração do próximo programa de governo.

Bolsonaro já começou a propagandear o Pix, lançado pelo Banco Central em setembro de 2020, como realização de seu governo. Ao ler sua mensagem ao Congresso, na quarta-feira, na Câmara, durante a abertura do ano legislativo, o presidente citou a ferramenta como um dos feitos de sua administração, o que deve ser repetir em próximos discursos.

Para além dos números superlativos, conta a favor do instrumento o fato de ter alcançado correntistas das mais variadas camadas sociais. Virou rotina nas cidades brasileiras todo tipo de serviço ser pago através do sistema, desde transações comerciais maiores até compras de ambulantes nas ruas.

O sucesso do Pix, principalmente, fará do presidente do BC, Roberto Campos Netto, figura importante na campanha deste ano, embora ele não possa se engajar diretamente nas ações eleitorais em virtude das limitações que o cargo lhe impõe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários