Vice-presidente Hamilton Mourão
Marcos Corrêa/PR
Vice-presidente Hamilton Mourão

O vice-presidente Hamilton Mourão comentou nesta quarta-feira (22) sobre a liberação da vacina contra Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Na ocasião, ele defendeu a consulta pública e criticou a pressa de governadores que estão negociando a compra do imunizante.

Para o vice de Bolsonaro, a decisão deve ser tomada com cautela e o governo precisa estar "estar 100% calçado na hora de iniciar esse processo".

"O governo está querendo tomar sua decisão. Existem alguns conflitos em relação a esse assunto e ele (governo) quer estar 100% calçado na hora de iniciar esse processo", disse ao sair do Palácio do Planalto.

Mourão também criticou os governadores que já iniciaram as negociações para compra da vacina, antecipando a decisão do governo federal. Para ele, os políticos "atravessam o samba" ao negociar precocemente a compra dos imunizantes da Pfizer, autorizado para aplicação em crianças. 

"Os governadores eles, lamentavelmente, às vezes atravessam o samba. Como foi aquela questão da compra daquela vacina russa (Sputnik V) que acabaram não comprando, não é? Então vamos aguardar. Isso aí vai ser feito de forma mais correta possível protegendo a população", afirmou.

O atual governador de São Paulo, João Doria, é um dos que adiantou a compra das vacinas. Ele iniciou as negociações com a farmacêutica antes mesmo de um posicionamento oficial do governo federal.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários