Nise Yamaguchi anuncia pré-candidatura ao Senado
Reprodução
Nise Yamaguchi anuncia pré-candidatura ao Senado

Nise Yamaguchi, médica oncologista e imunologista,  utilizou as suas redes sociais nesta terça-feira (21) para anunciar uma pré-candidatura ao Senado Federal nas eleições de 2022 pelo estado de São Paulo.

Através de um vídeo, a doutora afirmou que traçará um caminho independente na política. "Não tenho partido. Não sou política. Não sei ainda qual partido eu vou acolher. Mas eu sei que vou ser uma pessoa independente. Estou dizendo que vou ter uma candidatura independente. Qual vai ser o partido? O mais ético que eu encontrar".

Yamaguchi - investigada na CPI da Covid por suposto envolvimento com o "gabinete paralelo", grupo de pessoas que não integravam o governo e assessoravam o presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia - ressaltou que irá para uma "guerra".

"Eu tenho a certeza de que, com a ajuda de todos, nós vamos conseguir fazer a diferença. Estou me alinhando nas trincheiras, porque é uma guerra. É uma guerra biológica, uma guerra de inescrupulosidade, de questões antiéticas, de agressões, de tentativas de descaracterizações dos ideais das pessoas. Mas eu acredito que o amor tudo pode", disse Nise.

Leia Também

A médica defende que "mais mulheres têm que ocupar a cadeira do Senado" e que, uma vez alcançado o objetivo, não irá realizar o "toma lá, da cá".


"Não conheço os meandros, não quero estar no 'toma lá, da cá', não quero fazer acordos que eu não tenho como cumprir, porque minha ética não vai permitir. Se Deus não permitir que eu seja senadora, vou continuar meu trabalho de formiguinha", finalizou a oncologista.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários