Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão
Reprodução
Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão

O ministro do  Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes mandou o líder bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão , para prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica e restrição no uso de redes sociais.

Também o proibiu de manter contato com os demais investigados. Zé Trovão foi preso por ter sido um dos organizadores de uma manifestação antidemocrática no último dia 7 de setembro, que pedia a deposição dos ministros da Corte.

Após a ordem de prisão decretada por Moraes, ele ficou cerca de 50 dias foragido no México. Retornou ao Brasil no final de outubro para se entregar à Polícia Federal, tendo ficado preso por cerca de 50 dias desde então.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários