Presidente Jair Bolsonaro (PL)
Valter Campanato/Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro (PL)

Nova pesquisa EXAME/IDEIA mostra que 48% da população brasileira não votariam no presidente Jair Bolsonaro (PL) de jeito nenhum, um aumento de quatro pontos percentuais em relação ao último estudo. Na mesma linha, a rejeição ao  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também subiu, de 37% em novembro para 40% em dezembro.

Apesar de o petista continuar liderando as intenções de votos , os dados mostram que a distância entre os dois em um possível segundo turno diminuiu. Caso as eleições ocorressem hoje, Lula teria 47% dos votos, enquanto Bolsonaro 36%. No mês anterior, a diferença entre eles era de 17 pontos percentuais.

Para coletar os dados, foram ouvidas 1.200 pessoas entre os dias 6 e 9 de novembro. As entrevistas foram feitas por telefone e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Segundo turno

O estudo traçou diferentes cenários de segundo turno nas eleições presidenciais de 2022 com os candidatos de maior intenção de voto no primeiro turno, que seriam Lula e Bolsonaro. Com o petista, foram simuladas votações entre ele e o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), o governador de São Paulo João Doria (PSDB) e o ex-governador Ciro Gomes (PDT).  Em todos os cenários, o ex-presidente venceria.

Já com Bolsonaro, foram simuladas votações em dois cenários, além da disputa com o próprio Lula. Contra Ciro Gomes, o mandatário estaria tecnicamente empatado, com 38% para o ex-governador e 37% para o atual chefe do Executivo. Com Moro, o ex-ministro receberia 36% dos votos enquanto Bolsonaro teria 34%, o que também configura empate técnico.

Leia Também

Rejeição

Ainda de acordo com a pesquisa, a desaprovação de Bolsonaro agora é de 53%, enquanto os que aprovam o trabalho do presidente chegam a 31%, 16% não aprovam nem desaprovam e 1% não soube responder. Entre os brasileiros ouvidos, 51% acham o governo do mandatário ruim ou péssimo e 25% consideram ótimo ou bom.

Além disso, 61% disseram que o atual presidente "não merece ser reeleito", enquanto 34% pensam que sim. Entre os entrevistados, 48% afirmaram que não votariam de jeito nenhum em Bolsonaro, caso a eleição fosse hoje, e 40% não votariam em Lula.

Primeiro turno

Em uma estimativa do primeiro turno, Lula lidera todos os cenários. Na pesquisa estimulada (com os candidatos apresentados previamente), o ex-presidente tem 37% das intenções de votos, seguido por Bolsonaro, com 27%. Depois, aparece Sergio Moro, com 10%, Ciro Gomes, com 6% e João Doria, com 4%.

Destaques

  • 51% dos que ganham mais de seis salários-mínimos avaliam o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo;
  • 47% dos evangélicos aprovam a gestão de Bolsonaro, ante 30% dos católicos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários