Senador Fabiano Contarato
Reprodução
Senador Fabiano Contarato

Em declaração à Polícia Federal, o senador Fabiano Contarato (Cidadania-ES) disse que foi vítima de crime de ódio e discriminação. Ele registrou ontem um boletim de ocorrência  após ser fotografado e exposto nas redes sociais ao lado do filho Gabriel, de 7 anos, enquanto estavam em uma praia. O autor da postagem também escreveu ofensas contra o parlamentar.

"O conteúdo da postagem recebida pelo declarante causou-lhe extrema indignação, desconforto familiar, caracterizando, no mínimo, crime de ódio e discriminação contr a pessoa deste Senador da República e de seu filho GABRIEL", diz trecho do termo de declarações.

Leia Também

Leia Também

Além disso, Contarato repudiou o fato de o autor da publicação, identificado como Giovani Loureiro, ter exposto um menor de idade na imagem.

"Que deseja manifestar seu repúdio veemente, sobretudo porque a referida postagem expôs o seu filho GABRIEL, menor de idade, ao arrepio dos ditames do ECA - Lei 8.069."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários