Senador Fabiano Contarato (Rede)
Divulgação/Agência Senado/Leopoldo Silva
Senador Fabiano Contarato (Rede)

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) entrou com uma ação por danos morais contra o empresário bolsonarista Otávio Oscar Fakhoury, após comentário de teor homofóbico em rede social . O processo tramita no Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT), na 16ª Vara Cível de Brasília.

Contarato comentava sobre a CPI da Covid em uma publicação do Twitter quando trocou as palavras "flagrancial" por "fragrancial".

Em resposta, o empresário ironizou a situação e escreveu: "O delegado, homossexual assumido, talvez estivesse pensando no perfume de alguma pessoa ali daquele plenário... Quem seria o 'perfumado' que lhe (sic) cativou?"

A defesa do senador afirma que Fakhoury "se valeu de um erro ortográfico com alegado intuito jocoso, no evidente afã de atacar sua opção sexual". O valor pedido pelo senador é de R$ 100 mil por danos morais.

O empresário chegou a ser investigado no inquérito das "fake news", que tramita Supremo Tribunal Federal (STF) . A ação, que investiga ameaças e produção de notícias falsas feitas contra os ministros da Corte, foi aberto no dia 14 de março de 2019 pelo Ministro Dias Toffoli e é presidido por Alexandre de Moraes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários