Sebastian Kurz, chanceler da Áustria
Dragan Tatic/Bundesministerium für Europa, Integration und Äußeres/ Fotos Públicas
Sebastian Kurz, chanceler da Áustria


O chanceler da Áustria, Sebastian Kurz, renunciou ao cargo neste sábado (9) após se ver envolvido em um caso de corrupção. Ele é investigado pelo Ministério Público do país no suposto esquema em que artigos e pesquisas favoráveis a ele eram publicadas em troca da compra de um espaço publicitário pelo Ministério da Fazenda entre 2016 e 2018.


Ao comunicar sua demissão, Kurz chamou as acusações de "falsas", mas disse que "seria irresponsável" deixar que o país enfrentasse meses de "caos ou bloqueio" por conta disso. "Quero ceder para evitar o caos", declarou, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.



Segundo a publicação, ele informou que propôs a nomeação do ministro das Relações Exteriores, Alexander Schallenberg, como seu sucessor.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários