André Mendonça
Reprodução: Senado Federal
André Mendonça

O ex-ministro da Advocacia-Geral da União, André Mendonça, foi chamado de "futuro ministro do STF" durante envento da Igreja Batista Central de Brasília, que reuniu representantes do governo e o presidente Bolsonaro nesta terça-feira (05). 

Mendonça foi indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo presidente Bolsonaro no dia 13 de julho e aguarda a análise da indicação pelo Senado Federal. A data da sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça da Casa Alta ainda não foi marcada.

Durante o evento, um pastor chegou a dizer que "ora para Deus" para Mendonça ocupar o cargo "o mais rápido possível". Anteriormente, Flávio Bolsonaro se manisfetou sobre a demora da sabatina do ex-ministro

“Até 2005 eu não conhecia Brasília (…) Eu não conhecia nada nem ninguém. E 16 anos depois, Deus pega um menino do interior do Estado de SP, de uma cidade com 20 poucos mil habitantes, e coloca ele diante de um presidente da República, que o indica para uma vaga no STF”, disse Mendonça durante discurso. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários