‘Desinformação ainda é uma preocupação grande’, afirma ministro Barroso
Roque de Sá/Agência Senado
‘Desinformação ainda é uma preocupação grande’, afirma ministro Barroso

No centro das críticas da militância bolsonarista, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE),  Luís Roberto Barroso, busca ampliar as condições de transparência e segurança do sistema de votação para as eleições que prometem ser as mais polarizadas desde a redemocratização e que acontecerão daqui a exatamente um ano, em 4 de outubro de 2022, com a participação de mais de 150 milhões de brasileiros.

Em entrevista ao jornal 'O Globo', Barroso afirmou que a questão envolvendo a desinformação continua na pauta principal do TSE. "Temos uma comissão permanente e estamos em contato permanente com as plataformas e com as empresas de chegarem de notícias preparando os planos possíveis para minimizar o impacto da desinformação, sobretudo a desinformação que ataque o sistema eleitoral", disse.

O ministro ainda aproveitou para defender a constituição e alfinetar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que já fez ameaças autoritárias contra o STF e o TSE. 

"Eu tenho muita confiança nas instituições brasileiras. A Constituição vai completar 33 anos esta semana e ela tem sido uma bússola importante e, apesar de estarmos vivendo um momento difícil, nós estamos há três décadas em estabilidade institucional. O filme da democracia brasileira é um filme bom, apesar de uma ou outra foto fora de foco", afirmou Barroso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários