Da Cunha garante pré-candidatura e ataca Doria:
Reprodução
Da Cunha garante pré-candidatura e ataca Doria: "Quero ganhar do calça apertada"

Carlos Alberto da Cunha, delegado da Polícia Civil de São Paulo e popularmente conhecido como 'Da Cunha' , afirmou em suas redes sociais na manhã desta sexta-feira (01) que irá concorrer às eleições do próximo ano. Ainda não há uma definição do cargo eletivo a ser disputado, porém, o agora youtuber deixou claro as suas intenções: "Depois de concorrer e vencer, eu volto para a polícia".

Alvo de um inquérito que apura a suspeita de peculato e investigado por suposta lavagem de dinheiro, Da Cunha afirmou que não há mais tempo hábil para torná-lo inelegível. "Não dá mais tempo. Dentro dos prazos corretos da Justiça, eu vou concorrer às eleições do ano que vem, sim. Não há outro caminho."

"Eles querem que eu não concorra a eleição. Eu vou concorrer sim. Eu vou concorrer, já está declarado. Depois de concorrer e vencer, eu volto para a polícia. Nem que seja coordenando, comandando, mas eu volto a trabalhar no comando policial", revelou o delegado em suas redes sociais.

O youtuber também aproveitou para atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), a quem atribui realizar uma "perseguição" a fim de prejudicar a sua imagem.

Leia Também

"Para variar, não está governando São Paulo. Ele vai para as prévias [do PSDB] contra o governador do Rio Grande do Sul [Eduardo Leite], para poder ser candidato a presidente. Eu estou torcendo para ele perder as prévias, como cidadão. Porque eu quero disputar com o 'calça apertada', eu quero ganhar do 'calça apertada'. Estou torcendo para que ele perca, não consiga ser candidato a presidência, porque ele vai querer a reeleição de governador e eu vou disputar com ele de qualquer jeito", revelou Da Cunha.


Ao final, o delegado ressaltou que não tem mais como atacá-lo e que "o Da Cunha não dá para parar (sic). Não tem como parar. Eu conheço a legislação, eu luto dentro das linhas do Estado Democrático de Direito. Nada vai parar o Da Cunha. O Brasil já percebeu que eu sou doido. Todo mundo já viu que eu sou doido, sou imparável."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários