“Maior evento conservador do mundo”, Cpac reúne bolsonaristas em Brasília
Reprodução
“Maior evento conservador do mundo”, Cpac reúne bolsonaristas em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar, neste sábado (4), integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), em especial o ministro Alexandre de Moraes, que conduz o inquérito das fake news.

Ao discursar na Cpac (Conferência de Ação Política Conservadora, na tradução do inglês), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, o presidente disse que "infelizmente, temos um ministro do Supremo que está dando um tom completamente errado. Lá, todos devem zelar pela Constituição. Este um está contaminando a nossa democracia”.

Ele afirmou também que medidas precisam ser tomadas contra Moraes. "Quando um deputado federal ou um senador está extrapolando, o que é comum? A princípio ele vai pro Conselho de Ética. E no Supremo Tribunal Federal quando um ministro E no Supremo Tribunal Federal quando um ministro está saindo também pela tangente na curva, o que acontece com ele?", indagou.

Segundo Bolsonaro, com o povo ao lado dele, o magistrado "não vai continuar fazendo gracinha, não vai continuar prendendo gente que segundo ele [Moraes] abusou da liberdade de expressão".

Você viu?

"Falar em fraude eleitoral agora virou fake news. Ou fala o que eles querem, ou instauram inquérito. Estão achando que vão me brochar, estão achando que vou recuar. Eu sei que estar do lado deles é fácil, mas não fugirei da verdade nem do compromisso que fiz com vocês", completou o presidente.

Em seu discurso, o chefe do Executivo ainda relembrou a facada recebida em 2018, na campanha eleitoral. Bolsonaro repetiu, sem apresentar provas, que o atentado teria vindo por parte “dos que sabiam que iam perder as eleições, mesmo com fraude”.

A fala do presidente no evento não estava prevista na sua agenda oficial. O evento contou com a participação dos deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Bia Kicis (PSL-DF) e Felipe Barros (PSL-PR); do ministro do Trabalho, Onyx Lorenzoni; do secretário de Cultura, Mario Frias; e dos ex-ministros do Meio Ambiente Ricardo Salles e das Relações Exteriores Ernesto Araújo. Além disso, participaram figuras e influenciadores simpatizantes ao governo federal.

Neste sábado, Bolsonaro também esteve em Pernambuco para a 10ª “motociata” , tradicional passeio de moto com apoiadores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários