CPI da Covid
Reprodução
CPI da Covid

A cúpula da CPI da Covid passa por um grande dilema: encerrar os trabalhos neste mês de setembroou continuar com as investigações até novembro. A discussão é feita, principalmente, entre o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), que quer o encerramento, e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), que quer mais tempo de investigações e convocações.

Além de Calheiros, os senadores da oposição, como Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Humberto Costa (PT-PE), também querem seguir com novas convocações.

A sensação geral dos senadores é a de a CPI perdeu fôlego após a pausa para o recesso e sua retomada em agosto. Aziz e outros integrantes do G7, grupo majoritário da CPI, pressionam para que os trabalhos terminem ainda neste mês. Até o momento, está combinado que Calheiros deve apresentar o relatório final no dia 16. 

A participação de parlamentares também vem diminuindo. Nomes como o de Otto Alencar (PSD-BA) e Tasso Jereissatti (PSDB-CE) têm aparecido com menor frequência nas sessões. A equipe técnica jurídica que atua na CPI também concorda que o melhor é levar a CPI ao fim neste momento.

A interlocutores, Aziz diz que é garantido que o relatório final será apresentado em setembro e que as investigações se esgotaram. Os últimos depoimentos ouvidos vem sendo considerados de pouco impacto pelos parlamentares.

- Com informações da colunista Bela Megale, de O Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários