Vacina indiana Covaxin
Foto: NOAH SEELAM/AFP
Vacina indiana Covaxin


A Polícia Federal determinou a realização de uma perícia nos e-mails da empresa Precisa relacionados à venda da vacina indiana Covaxin, para verificar as suspeitas de fraudes em documentos da negociação com o Ministério da Saúde.

Você viu?

A diligência foi tomada dentro do inquérito que apura suspeitas de irregularidades na venda Covaxin ao ministério, que foi a mais cara contratada pela pasta. A PF enviou o material dos e-mails da empresa para sua equipe de peritos analisar o material e produzir um relatório sobre o assunto.


No fim de julho, a fabricante da vacina, a empresa indiana Bharat Biotech, rompeu a parceria com a Precisa e divulgou nota pública negando a autenticidade de dois documentos apresentados pela empresa ao Ministério da Saúde durante a negociação. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários