Flávio Bolsonaro
Reprodução
Flávio Bolsonaro

Após fazer uma campanha contra a entrada de André Mendonça no Supremo Tribunal Federal (STF), o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) mudou de postura e passou a trabalhar pela indicação do pai à suprema corte brasileira - inclusive cobrando que o Senado faça logo a sabatina de Mendonça.

A mudança de postura tem chamado a atenção de outros parlamentares. Alguns deles acreditam que o senador estaria com medo de Mendonça ser aprovado para o STF e, por sua campanha contrária, acabar votando contra ele nos casos em que é julgado na casa. Flávio Bolsonaro é investigado no caso das rachadinhas.

Os senadores que são contrários a Mendonça no cargo acreditam que Flávio poderá se arrepender do apoio e dizem que Mendonça seria o “Fachin” do governo Bolsonaro. Indicado pela presidenta Dilma Rousseff (PT), Edson Fachin foi um dos maiores apoiadores da Lava Jato, operação que atingiu em cheio o PT. 

- Com informações da colunista Bela Megale, de O Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários