Bolsonaro teria pedido para a filha ingressar no colégio militar
Marcos Corrêa/PR
Bolsonaro teria pedido para a filha ingressar no colégio militar

presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu ao comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira uma vaga no Colégio Militar de Brasília para a filha mais nova, Laurinha, de 10 anos. De acordo com apuração da Folha de S. Paulo , o pedido teria sido feito de forma excepcional, isto é, para que a menina não precise passar pelo processo seletivo, informação confirmada pelo Centro de Comunicação Social do Exército.

Segundo o jornal, o general ainda não deu uma resposta a Bolsonaro, pois aguarda o posicionamento do Departamento de Educação e Cultura da Força, que coordena o local.

Em conversa com apoiadores nessa terça-feira (24), no Palácio da Alvorada, o mandatário manifestou interesse em matricular a filha no colégio militar. "Legal. A minha deve ir ano que vem para lá, a imprensa já está batendo. Eu tenho direito por lei, até por questão de segurança", disse ele a um apoiador que mencionou o assunto.

Caso Laura consiga ingressar no colégio sem passar pelas provas exigidas, o Exército deve repetir o benefício dado ao filho da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). No ano passado, o menino de 11 anos foi matriculado sem o processo seletivo.

A autorização para a decisão foi publicada no Boletim de Acesso Restrito do Exército, em 30 de agosto. Segundo o documento, a deputada pediu a vaga depois de se mudar para Brasília e assumir o cargo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários