Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)
Divulgação/Agência Senado/Jefferson Rudy
Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), disse neste sábado (14) que não vê "condições" para que o Senado aceite a  recondução do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Considerado omisso e excessivamente alinhado a Bolsonaro, Aras recentemente criticou a fala do senador Omar Aziz (PSD-AM) sobre as Forças Armadas e disse que Aziz pode ser enquadrado em quebra de decoro parlamentar.

"Eventual excesso de linguagem na manifestação não atrai a tutela penal, não obstante possa configurar, em tese, quebra de decoro apta a ensejar o controle político", disse Aras em pronunciamento enviado ao STF (Supremo Tribunal Federal).

A crítica de Aziz foi feita no dia em que a CPI pediu a prisão do ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias. Aziz afirmou "que fazia muitos anos que o Brasil não via membros do lado podre das Forças Armadas envolvidos com falcatrua dentro do governo". 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) encaminhou no final do mês passado o pedido de recondução de Aras ao Senado. O mandato do PGR termina em setembro. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários