Comandante da Aeronáutica nega apoio a 'golpe militar' a Gilmar Mendes
NELSON JR./STF
Comandante da Aeronáutica nega apoio a 'golpe militar' a Gilmar Mendes

Tido como o 'mais bolsonarista' entre os três novos comandantes militares, o brigadeiro Carlos Almeida Baptista Jr. convidou o decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes , para um almoço na última terça-feira (03). No encontro, o militar negou qualquer apoio a um possível 'golpe institucional' no país. As informações são da Folha de S.Paulo.

Entre os principais pontos abordados, o Comandante reafirmou pontos pelos quais os militares passaram a ser criticados e ratificou seu compromisso com a democracia. Essa foi a primeira sinalização direta da 'ala militar' do governo Bolsonaro para ministros da Suprema Corte.

A reunião foi acertada por um amigo em comum que frequenta o Clube da Aeronáutica, em Brasília. Lá, o magistrado costuma jogar tênis.

O ato do comandante contradiz o posicionamento que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que passou a atacar diretamente outro ministro do STF, Luiz Roberto Barroso - que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).


De acordo com fontes conhecidas pelos dois comensais, a conversa foi cordial re respeitosa. Gilmar, porém, preferiu não comentar sobre o almoço entre as partes. Já a assessoria de Baptista Jr. não respondeu aos questionamentos realizados pela equipe de reportagem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários