Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Anderson Riedel/PR
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  prestou ‘solidariedade’ aos manifestantes cubanos que protestaram contra o governo no último final de semana.

Confira o tuíte:

No último domingo (11), Cuba registrou grandes manifestações contra o presidente Miguel Diaz-Canel, do partido Comunista. Entre as pautas, estavam criticas a profunda crise econômica, escassez de alimentos e avanço da crise sanitária da Covid-19 no país latino.

Bolsonaro já havia se manifestado sobre o tema na manhã desta segunda (12) em conversa com apoiadores no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada , em Brasília.

"(Manifestantes) foram pedir liberdade. Sabe o que tiveram ontem? Borrachada, pancada e prisão. E tem gente aqui no Brasil que apoia Cuba, que apoia Venezuela. Gente que foi várias vezes para Cuba tomar champanhe com (Fidel) Castro, foi para a Venezuela tomar uísque com o (Nicolás) Maduro. E tem gente aqui que apoia esse tipo de gente, é sinal de que querem viver como os venezuelanos, como os cubanos”, declarou Bolsonaro, que não usava máscara .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários