Presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM)
Divulgação/Agência Senado/Edilson Rodrigues
Presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM)

Na noite desta quinta-feira (8), o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid , reagiu ao comentário do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a carta da Comissão enviada a ele na tarde de hoje . Em live nas redes sociais, o mandatário criticou o trabalho realizado pelos senadores e disse que não responderia ao texto.

"Agora, tudo bem, o senhor pode jogar qualquer 'dejeto' na CPI, mas não faça isso com o povo brasileiro. Responda o povo brasileiro, presidente", disse Aziz, em entrevista à CNN Brasil . "Talvez ele pense isso da CPI, tenha vontade de fazer isso com a CPI. Tenho certeza que o presidente não vai usar esse adjetivo que ele usou agora ao povo brasileiro", acrescentou.

A carta , assinada pelos senadores Omar Aziz, Renan Calheiros (MDB-AL) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), cobra um posicionamento de Bolsonaro em relação às denúncias realizadas pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF)

Em depoimento à Comissão na última semana, o deputado disse ter  avisado o presidente sobre as possíveis irregularidades no contrato da vacina indiana Covaxin . Na ocasião, segundo ele, Bolsonaro teria dito que faria algo a respeito, além de ter mencionado o nome do líder do governo no Congresso, o deputado Ricardo Barros (PP-PR).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários