Flavio e Jair Bolsonaro
Divulgação
Flavio e Jair Bolsonaro

Nesta segunda-feira (14), o senador Flavio Bolsonaro (Patriota-RJ) disse que aguarda uma decisão em relação à disputa interna no Patriota para a possível filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

"[Jair Bolsonaro] Está aguardando os desdobramentos do que o Patriota tem resolvido internamente. Nós não queremos ter preocupações partidárias, o presidente já tem o país para tomar conta e a gente tem que ocupar a cabeça com as questões eleitorais", afirmou Flavio.

Segundo o Estadão , o presidente do partido, Adilson Barroso, pretende fazer uma espécie de intervenção para mudar o comando de diretórios estaduais, para conseguir abrigar o grupo político de Bolsonaro. "Tem muito mais em jogo do que um diretório municipal mudar, um diretório estadual mudar, um assento na Executiva Nacional. O partido é para dar tranquilidade", disse o filho do presidente.

"O presidente quer vir com esse cenário, esse contexto de tranquilidade, de segurança jurídica obviamente, de ter pessoas que possam tocar o partido nos Estados que sejam de confiança. Isso já está acontecendo, então nem haveria necessidade de mudança", acrescentou.

Para entrar no Patriota , Bolsonaro pede o controle dos diretórios e do caixa do partido. Entre outras razões, as exigências também motivaram um rompimento do mandatário com o PSL , partido pelo qual foi eleito. Além disso, ele também cobrava um "alinhamento ideológico" com pautas do governo e a expulsão de deputados que o atacam, como Júnior Bozzella (SP), Julian Lemos (PB), Joice Hasselmann (SP) e Delegado Waldir (GO). O presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), não aceitou essas condições e as negociações emperraram.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários