Presidente Jair Bolsonaro e empresário Luciano Hang
Reprodução/Flickr
Presidente Jair Bolsonaro e empresário Luciano Hang

Citado hoje (12), pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em discurso após a 'motociata' realizada em São Paulo , o grupo Médicos pela Vida já recebeu apoio de um movimento encabeçado pelo empresário Luciano Hang , dono da Havan.

Entre os integrantes do grupo estão alguns dos responsáveis por aconselhar Bolsonaro sobre o uso de drogas ineficazes contra a Covid-19, como a médica Nise Yamaguchi e o virologista Paolo Zanotto . Ambos  na mira da CPI da Covid. 

Segundo a Folha de S. Paulo, em pelo menos uma ocasião, o grupo Empresários em Ação, liderado por Hang, aparece associado a palestras de Yamaguchi e Zanotto, na qual eles, entre outros participantes, defenderam a cloroquina e o chamado tratamento precoce para a Covid, contrariando as evidências científicas.

A palestra, em formato de live, ocorre em módulos e teve início em março deste ano, com a última atividade realizada no dia 2 de junho. O apoio dos Empresários em Ação consta no fim da programação do primeiro módulo.

A assessoria de imprensa de Luciano Hang disse, em nota, que ele, em conjunto com médicos infectologistas, cientistas e empresários, acreditam no tratamento preventivo e precoce como parte da luta contra a Covid-19, mas que nunca destinou recurso financeiro para o grupo de médicos.

O documento também afirma que a única atividade que envolveu recursos foi a compra de ivermetectina, vitamina D e zinco, produtos que compõem o chamado kit Covid e que foram entregues à Prefeitura de Brusque (SC) como doação.

Os medicamentos que compõem o kit Covid, também não têm eficácia comprovada no " tratamento precoce " contra coronavírus. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários