Governador de São Paulo, João Doria
Reprodução
Governador de São Paulo, João Doria

O governador do estado de São Paulo, João Doria (PSDB), respondeu às críticas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em sua live semanal sobre a presença do tucano, sem máscara, na beira da piscina de um hotel no Rio de Janeiro no último final de semana.

"Depois de ter tomado duas doses de antirrábica, Jair Bolsonaro passa de raivoso para apaixonado. Ele dorme sonhando com minha calça apertada e acorda pensando na minha sunga apertada. É muito amor. Tonho da Lua deve estar morrendo de ciúmes", disse Doria em uma rede social.

A resposta de Doria também atinge Carlos Bolsonaro, filho do presidente, a quem o tucano se refere como "Tonho da Lua" — em referência a um personagem da novela Mulheres de areia".

Na live de ontem, Bolsonaro chamou Doria de "péssimo exemplo" por ser flagrado sem máscara em um hotel com "a sunguinha apertada".

"Estamos vendo aí um governador, não vou falar de que estado é. Ele fecha seu estado, ou vai para Miami, ou foi agora plotado em um hotel do Rio de Janeiro, com a sunguinha apertadinha. Não vou falar o nome dele aqui, [estava] dando um péssimo exemplo. Está de brincadeira, né, cara? Tem que dar exemplo, tinha cadeira do lado", disse Bolsonaro, sugerindo que Doria estava aglomerando."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários