Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella
Foto: Reprodução/Internet
Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella

 O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) convidou o ex-prefeito do Rio Marcelo Crivella (Republicanos) para ser o embaixador brasileiro na África do Sul.

O convite foi feito há dois meses após encontro no Palácio do Planalto, em Brasília. Todavia, a indicação precisa ser aprovada por autoridades sul-africanas e também pela Comissão de Relações Exteriores do Senado .

Segundo informações, a indicação foi enxergada como um aceno ao Republicanos , um dos partidos que compõem a base aliada do presidente.

Preso no final do ano passado por suspeita de corrupção enquanto exercia cargo de prefeito. Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal , que é alvo da justiça de Angola , na África, por acusações de fraudes e de outras atividades criminosas.

No ano passado, aproximadamente 300 bispos angolanos racharam com o comando religioso brasileiro, acusando a Universal de enviar dinheiro para o Brasil de forma ilegal.

Essas situações levaram a Igreja Universal do Reino de Deus a perder espaço entre os fiéis no continente africano, e a indicação de Crivella seria mais um afago do presidente a bancada evangélica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários