Para Bolsonaro, número de mortos por covid-19 não condiz com a realidade
Reprodução
Para Bolsonaro, número de mortos por covid-19 não condiz com a realidade

O presidente Jair Bolsonaro , em conversa com apoiadores na saída do Alvorada na manhã desta terça-feira (08), assumiu que errou ao atribuir ao Tribunal de Contas da União ( TCU ) uma suposta tabela que atestaria uma supernotificação do número de óbitos da covid-19.

Em sua defesa, o capitão ressaltou que a quantidade de mortes em decorrência do novo coronavírus não condiz com a realidade. Segundo Bolsonaro , estados inflam o número de óbitos "em busca de dinheiro."

"Para justificar [a supernotificação de óbitos da covid-19], alguns estados, com toda certeza, [fizeram] os lockdowns. Políticas de 'fecha tudo', os toques de recolher. Para justificar. O que vamos fazer agora? Via Controladoria-Geral da União, fazer uma investigação. É um indício fortíssimo. Vocês já devem ter vistos muitos videos no WhatsApp de pessoas falando que 'meu pai, minha mãe, minha tia morreu de covid' e não morreu de covid. Botaram covid porque?", alegou o presidente Bolsonaro.


Jair ratificou, ainda, que o cidadão "mais pobre", ou trabalhador informal, pagou o preço sobre as medidas restritivas impostas pelos governadores dos estados brasileiros.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários