Max Russi (PSB) assumiu o governo do Mato Grosso na última terça-feira, 1º de junho
Divulgação/Secom-MT/Mayke Toscano
Max Russi (PSB) assumiu o governo do Mato Grosso na última terça-feira, 1º de junho

Governador por um dia, o presidente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso, o deputado Max Russi (PSB), decretou, na última terça-feira, 1º de junho, ponto facultativo na próxima sexta-feira, 04, prorrogando o feriado de Corpus Christi, do dia 03. Ele também sancionou uma lei complementar de autoria própria para criar a Delegacia Especializada de Roubo de Cargas no Estado.

O Proposta de Lei (PL) sancionada já havia sido aprovada pelos deputados estaduais. Ela atribui a investigação de furto ou roubo de bancos, caixas eletrônicos, defensivos agrícolas e cargas transportadas em vias terrestres, fluviais ou aéreas à Divisão de Investigações Especiais da Polícia Civil.

Em uma edição extra do Diário Oficial, o governador em exercício também publicou decreto no qual determina ponto facultativo na próxima sexta-feira, prorrogando o feriado de Corpus Christi. Russi afirma considerar a necessidade de adotar medidas para promoção do isolamento social para evitar a propagação da Covid-19.

Max Russi assumiu o cargo de governador do Mato Grosso na manhã da última terça-feira enquanto o governador eleito, Mauro Mendes (Democratas), e o vice Otaviano Pivetta (PDT) viajaram para a Bolívia, onde devem assinar um contrato de fornecimento de gás natural ao estado. Após o vice, o primeiro na linha sucessória é o presidente da Assembleia Legislativa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários