Gabriel Azevedo, vereador de Belo Horizonte
Reprodução
Gabriel Azevedo, vereador de Belo Horizonte

O vereador de Belo Horizonte Gabriel Azevedo foi expulso do Patriota nesta quinta-feira (1), um dia após a filiação do senador Flávio Bolsonaro ao partido.  Segundo comunicado assinado pelo presidente estadual da legenda, Hércules de Sá, o parlamentar foi desligado porque “se posicionou veementemente contra o atual presidente da República, bem como a outros parlamentares ligados à sua família”.

Hercules de Sá diz, ainda, que “fica claro que a atitude demonstrada em mais de uma ocasião pode comprometer não só as relações internas, como também as relações políticas do Patriota”. 

Além de Flávio, o patriota deve contar também com a filiação do presidente da República, Jair Bolsonaro . Nesta terça-feira, a filiação do chefe de estado foi permitida pelo partido.

O vereador Gabriel Azevedo revelou a carta de expulsão durante sessão plenária. “Como não é a primeira vez, não preciso explicar que não é por não ter partido que não tenho ideias e senso democrático com a cidade. Agora tenho o prazer de não ter imanando em uma legenda, mas em um bloco”, afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários