Mayra Pinheiro,
reprodução/tv senado
Mayra Pinheiro, "Capitã Cloroquina"

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, popularmente conhecida como  "Capitã Cloroquina", afirmou em seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid que mantém suas orientações sobre o uso da cloroquina para o tratamento da infecção pelo novo coronavírus, apesar da falta de comprovação científica para o uso do medicamento contra a Covid-19.

"Eu mantenho a orientação, enquanto médica, e que a gente possa usar todos os recursos possíveis para salvar vidas", disse em resposta ao relator da CPI, Renan Calheiros, que havia perguntado se Maysa mantinha a "recomendação para o uso de cloroquina contra a Covid". Em seguida Renan deduziu: "mantém!".

"A gente tem estudos comprovando os efeitos antivirais, antibacterianos e antiprotozoários da hidroxicloroquina. Somos médicos e posso compartilhar isso com o senhor", disse Mayra Pinheiro após um comentário do senador Otto Alencar (PSD-BA), que defendeu a falta de estudos que indiquem efetividade do medicamento contra a Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários