Omar Aziz (PSD-AM) em entrevista ao grupo de advogados Prerrogativas
Reprodução/Youtube
Omar Aziz (PSD-AM) em entrevista ao grupo de advogados Prerrogativas

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid,  o senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou na manhã deste sábado, 21, que nada do que Jair Bolsonaro (sem partido) faz é ingênuo, mas premeditado. A declaração foi feita ao comentar uma fala do presidente na sua live semanal nas redes sociais, ameaçando acabar com a zona franca de Manaus. Aziz ainda falou que o comentário foi motivado pela "raiva" de Bolsonaro pela CPI continuar as investigações.

"Na live de quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro, no momento em que o país chega a 440 mil mortos, fala brincando como se nós estivéssemos vivendo uma palhaçada. Não ingenuamente, porque nada que ele faz é ingênuo, é tudo premeditado, ele falou da Zona Franca de Manaus", comentou Azis, que é senador pelo estado do Amazonas, durante a live promovida pelo Grupo de advogados Prerrogativas.

E completou: "eu sei porque da raiva dele, porque ele queria que eu prendesse o Wajngarten e acabasse a CPI naquele dia. Mas eu não caí naquela piadinha não. Seria um momento épico para ele dizer: ‘olha, tão querendo fazer política, bando de bandido prendendo um homem honesto’. Seria um discurso para acabar com a CPI e a gente não continuar com as investigações. Então, eu sei que ele está com raiva por causa disso. Em relação à zona Franca de Manaus, estou tranquilo", opinou o senador.

Azis também comentou que tem sido alvo de ameaças de Bolsonaristas por causa do seu trabalho, presidindo a CPI da Covid e afirmou não se sentir intimidado.

“Eu já enfrentei a Ditadura Militar, já aconteceu muita coisa na minha vida. Não é no país que estamos vivendo hoje que eu terei medo. Sabia que, ao entrar, era para me molhar na chuva. Não adianta achar que se passa a vida, sendo político, sem receber retaliações de inimigos e adversários. Os ‘robôs’ [em referência aos bolsonaristas] atacam muito, fazem meme, mas isso não vai deixar eu perder o meu equilíbrio, que é o que querem, e nem deixar que, a cada dia mais, descubra uma mentira nova que eles criam", declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários