CPI da Covid
Marcos Oliveira/Agência Senado
CPI da Covid

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid ouve nesta quinta-feira, 13, o gerente-geral da farmacêutica Pfizer na América Latina, Carlos Murillo. Os senadores querem que ele fale sobre as negociações para venda de vacinas contra a Covid-19 para o Brasil.

Murillo, que será ouvido na condição de testemunha, vai ser o sexto depoente da comissão no Senado Federal que investiga as posturas e falas do Governo Federal durante a pandemia, e eventual desvio de verbas federais.

Na última quinta-feira, 12), o ex-secretário de comunicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Fábio Wajngarten , disse que a Pfizer encaminhou ao governo brasileiro, em setembro de 2020, uma carta se disponibilizando a "fazer todos os esforços" para garantir doses das vacinas para a população brasileira. Wajngarten disponibilizou o documento à CPI. A resposta ao documento teria sido dada apenas dois meses depois.

A comissão quer confirmar com o representante da Pfizer as informações obtidas no depoimento do ex-secretário de comunicação.

Além de Wajngarten e Murillo, já prestaram depoimento os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique  Mandetta e Nelson Teich ; o atual ministro da pasta, Marcelo Queiroga ; o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários