Fábio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro
Jefferson Rudy/Agência Senado
Fábio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro

A revista Veja divulgou, na tarde desta quarta-feira (12), o áudio do ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro, Fábio Wajngarten , dizendo que o Ministério da Saúde foi "incompetente" na busca por vacinas contra a Covid-19 . A gravação foi publicada após Wajngarten negar ter dito que houve incompetência na gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello.

Quando o ex-secretário foi questionado pela Veja se a pasta foi negligente ou incompetente, ele diz: "foi incompetência. Quando você tem um laboratório americano com cinco escritórios de advocacia apoiando a negociação e tem do outro lado um time pequeno, tímido, sem experiência, é sete a um".

Escute:



Você viu?





À CPI, Wajngarten afirmou que não havia falado sobre a atuação de Pazuello na pasta. "Jamais adjetivei, rotulei, emiti opinião, até porque o meu contato com o ex-ministro Pazuello, conforme dito, foi de bom-dia, boa-tarde, boa-noite, nada além disso", disse ele em resposta a um questionamento da senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA).

Mais cedo, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid, ameaçou Wajngarten de prisão e disse que pediria os áudios à Veja para comprovar se ele estava falando a verdade  na comissão. Anteriormente, o relator afirmou que o ex-secretário "exagerou na mentira" e a sessão foi suspensa por cinco minutos .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários