Lula e Alessandro se encontraram para discutir alianças
Ricardo Stuckert e Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Lula e Alessandro se encontraram para discutir alianças

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu, nesta terça-feira (4), com o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição na Câmara , para tratar da criação de uma frente ampla contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2022 . A informação é do portal Metrópoles .

"Conversamos sobre a necessidade de se restabelecer o valor do auxílio emergencial de R$ 600 até o fim da pandemia para garantir uma vida digna aos brasileiros", disse Molon após o encontro.

Segundo o parlamentar, o encontro serviu para discutir alianças que sejam composta por partidos que apoiem diferentes candidatos a presidência da República. "Ele manifestou apoio a este tipo de iniciativa e disse que o PT está disposto a abrir mão de lugar na chapas estaduais em favor de nomes de outros partidos", completou Molon.

Nessa segunda-feira (3),  Lula já havia se encontrado com o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) para conversar sobre as eleições estaduais de 2022 no Rio de Janeiro.

Você viu?

"A gente quer caminhar juntos. É o meu desejo que a gente caminhe juntos, que a gente faça uma frente ampla para derrotar Bolsonaro no Rio e no Brasil", disse Freixo.

Freixo disse também que, para ser o candidato apoiado pelo PT em 2022 para o governo do Rio, tudo depende do partido. Em nível estadual, a construção dessa frente ampla pode reunir nomes e partidos de centro e até de centro-direita, como o PSDB, para enfrentar Bolsonaro.

Em nível nacional, porém, isso tem se mostrado mais difícil, devido ao protagonismo almejado, por exemplo, por presidenciáveis como Lula, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e Ciro Gomes (PDT).

A agenda de Lula segue, ainda nesta terça, com os senadores Kátia Abreu (PDT-TO), Otto Alencar (PSD-BA) e Jader Barbalho (MDB-PA).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários