Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF
Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)


O ministro Alexandre de Moraes do  Supremo Tribunal Federal ( STF ) pediu em despacho na última quinta-feira (29) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que compartilhe informações sobre eventuais pagamentos de partidos políticos ou candidatos a empresas de tecnologia que são suspeitas de impulsionamento e divulgação de fake news nas redes sociais.

O despacho faz parte do Inquérito 4.781, que investiga “notícias fraudulentas que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal”, e pede informações de 6 empresas que atuaram nas duas últimas eleições , em 2018 e 2020.

De acordo com Moraes, há suspeita de que houve disparos em massa de mensagens em aplicativos de mensagem, além da divulgação de conteúdos falsos.

As seis empresas citadas no inquérito já responderam oficio, mas segundo o relator do Supremo , essa  “simples resposta” não foi suficiente para atestar se há ilegalidade.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários