Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares
Reprodução: iG Minas Gerais
Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo , foi às redes sociais no último domingo (25) demonstrar sua indignação com uma campanha publicitária da cervejaria holandesa Heineken .

Na interpretação do líder da Fundação, a estrela vermelha, que faz parte do logotipo da empresa, seria uma forma de fazer alusão ao Partido dos Trabalhadores ( PT ).

Sérrgio Camargo classificou a peça da Heineken como “marketing de lacração” pelo fato da cervejaria ter usado o pronome neutro, as cores da bandeira LGBTQIA+ em uma propaganda pró diversidade.

Confira o tuíte:



No comando da Palmares desde 2019 quando foi indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Sérgio coleciona polêmicas e frases de cunho racista, como em novembro de 2019, quando declarou que a escravidão foi “benéfica para os descendentes”.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários