Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles
Carolina Antunes/PR
Ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles

O procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Rocha Furtado, entrou com pedido na Corte para que a Casa Civil afaste o ministro do Meio Ambiente , Ricardo Salles , do cargo. Furtado diz que a manutenção do ministro no cargo pode prejudicar o andamento das investigações da Polícia Federal sobre desmatamento na Amazônia, além de "causar novos danos ao meio ambiente (patrimônio público)". A informação é dos colunistas Malu Gaspar e Johanns Elles  do jornal O Globo .

A solicitação é baseada em uma notícia-crime enviada pelo ex-superintendente da Polícia Federal do Amazonas demitido nesta quinta-feira (15), Alexandre Saraiva, ao Supremo Tribunal Federal (STF). Saraiva acusa  Salles e o senador Telmário Mota (Pros-RR) de formação de organização criminosa, atuando em favor de madeireiros clandestinos e obstruindo ações de órgãos fiscalizadores como a PF e o Ibama.

Resposta Telmário Mota
Reprodução
Resposta Telmário Mota


Salles disse ao O Globo que considera "absurdas" as acusações contra ele e o senador, que afirmou já ter entrado com uma representação por abuso de autoridade, uma queixa-crime por calúnia e uma petição para Corregedoria-Geral da PF contra Alexandre Saraiva.  

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários