Dr Jairinho Vereador Rio
Reprodução/CMRJ
Dr Jairinho Vereador Rio

No Rio de Janeiro , o vereador Dr. Jairinho (Solidariedade-RJ), suspeito pela morte de Henry Borel, de 4 anos, apenas três dias após a morte do enteado, assumiu um cargo no Conselho de Ética da Câmara Municipal do Rio. As informações foram apuradas pelo Metrópoles.

Jairinho compõe o grupo de sete vereadores que formam o conselho e quando a notícia foi liberada, o caso não havia se tornado público ainda. E desde que o caso ganhou repercussão nos noticiários, o vereador não compareceu a mais nenhuma sessão na Câmara

Henry Borel Medeiros , faleceu no dia 8 de março após dar entrada no hospital na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. De acordo com Leniel Borel, pai da criança, ele e Henry passaram o final de semana anterior juntos normalmente. No dia 7 de março, ele levou o filho para casa da mãe, Monique Medeiros da Costa, onde ela morava com o seu atual marido, o médico Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho .

No dia 08, ele recebeu uma ligação de Monique dizendo estar levando o filho para o hospital, pois ele estava tendo dificuldades para respirar. Leniel conta que os médicos tentaram reanimar a criança, mas sem sucesso. Ele morreu às 05h42, segundo os registros policiais.

Conforme mostra o laudo do exame de necrópsia, Henry morreu por hemorragia interna e laceração hepática, causada por ação contundente. Para especialistas, tal ação seria agressão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários