Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT)
Filipe Araujo/ Fotos Públicas
Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT)

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), seria preferência do eleitorado caso a eleição para governador do estado de São Paulo acontecesse hoje, indica pesquisa da da GovNet/Opinião Pesquisa, encomendada pelo Grupo Gazeta de S. Paulo , publicada nesta sexta-feira (26). As informações foram publicadas pela Revista Fórum .

Em um primeiro cenário, Haddad aparece com 21,06% dos votos, seguido por Márcio França (PSB), com 13,92% e Geraldo Alckmin (PSDB), com 10,59%. Segundo a pesquisa, o atual governador João Doria (PSDB) surge na quarta colocação, com 9,85%. Paulo Skaf (MDB), Abraham Weintraub e Elvis Cezar (PSDB) também são citados, mas com pouca porcentagem. Os nulos são 19,6%, enquanto os indecisos somam 13,2%.

Caso Geraldo Alckmin não se candidatasse, Haddad cresceria um pouco mais, aparecendo com 23,9% da preferência dos eleitores. Na sequência, novamente França fica em segundo, com 16,38%. Já Doria, antes em quarto, agora aparece em terceiro, contando com 11,95%.

Em um terceiro cenário, com Alckmin no lugar de Doria, Haddad permanece na liderança, com 23,5%, seguido por França, 15,15%, Alckmin, 14,90%, Skaf, 7,02%, Arthur do Val (Mamãe Falei), 4,56%, Weintraub, 2,59% e Elvis Cezar, 1,23%. Os nulos somam 13,30% e 17,73% se dizem indecisos.

A pesquisa foi realizada entre 17 e 23 de março de 2021 por meio de 812 entrevistas telefônicas, em 168 municípios do estado de São Paulo. A margem de erro para o total da amostra é de 3,4%, para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários