Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro
Marcos Corrêa/PR
Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro

No início da tarde desta sexta-feira (12), o ex-juiz e ministro da Justiça Sergio Moro disse que repudia "ofensas e ataques pessoais" ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, após a decisão de anular todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio  Lula  da Silva no âmbito da Operação Lava Jato .

A declaração foi publicada em seu perfil do Twitter . De acordo com Moro, "qualquer discordância quanto à decisão deve ser objeto de recurso, não de perseguição". 




Você viu?





A Segunda Turma do  STF  julgou, nesta terça-feira (09), a suspeição de Moro  feito pela defesa do ex-presidente Lula, no caso do tríplex do Guarujá. O julgamento da suspeição do ex-juiz foi encerrado com o placar de 2 a 2, faltando somente o voto do ministro Nunes Marques, que fez pedido de vista.

Moro está sendo julgado pelos ministros para decidir se ele atuou com parcialidade ao condenar Lula no caso do tríplex, analisado por ele na 13ª Vara Federal de Curitiba.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários