Lula adia entrevista coletiva após suspeição de Moro
O Antagonista
Lula adia entrevista coletiva após suspeição de Moro

Luiz Inácio Lula da Silva , havia marcado para terça-feira (09), uma entrevista coletiva no Sindicado de Metalúrgicos do ABC, porém, com a  suspeição do ex-juiz Sergio Moro pautada pelo Supremo Tribunal Federal ( STF ), Lula passou sua entrevista para quarta-feira (10). As informações foram apuradas pelo Metrópoles. 

Ocasião seria a primeira vez que petista falaria após ter sido absolvido das condenações na Operação Lava Jato . Moro foi o juiz responsável pelo caso na época e condenou Lula em primeira instância, o que tornou o ex-presidente inelegível. Ele ficou preso por cerca de 580 dias pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção pelo caso do triplex de Guarujá. 

No mesmo processo, ele foi condenado a 12 anos e um mês de prisão na segunda instância em 2018. Em 2020, foi condenado em segunda instância mais uma vez, mas agora foi no caso de Atibaia. Por decisão unânime, foi condenado a 17 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro

Com a decisão divulgada por Fachin na segunda (08), as duas condenações foram anuladas. O ministro entendeu que Moro não poderia julgar Lula pois, os fatos que foram apresentados durante julgamento não estão ligados diretamente com o esquema de desvios de Petrobras, caso do qual petista é acusado. 

Ainda de acordo com Fachin , desde do início da Operação Lava Jato, processos deixaram de ser representados pela Vara do Paraná pelo mesmo motivo. Com isso, foi definido que a Justiça Federal do Distrito Federal tomará decisão se os processos que envolvem Lula podem ser tidos como validos ou reaproveitados. Decisão do ministro não levou em consideração o mérito das condenações e sim, o caráter processual.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários