Presidente foi atacado nas redes sociais após falar em
Alan Santos/PR
Presidente foi atacado nas redes sociais após falar em "mimimi" por conta da pandemia

Poucas horas após falar em "frescura" e "mimimi" ao tratar sobre as mortes causadas pela pandemia da Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro foi criticado nas redes sociais por Fernando Haddad e Ciro Gomes e chamado de "serial killer", definição para um assassino em série, e "criminoso".

" Bolsonaro é um frio serial killer: coloca o que passa fome contra o que morre asfixiado sem assistir nenhum dos dois", escreveu Haddad, que foi o adversário derrotado pelo atual presidente no segundo turno das eleições de 2018. Na sequência, o petista compartilhou uma nota que mostra violações do presidente as regras do Facebook para Covid, para as quais não teve qualquer punição.

Ciro Gomes, que terminou na 3ª colocação no último pleito presidencial, realizado em 2018, voltou a pedir o impeachment de Bolsonaro e compartiou hashtag chamando o presidente de "coveiro do Brasil": "procuro transformar minha enorme tristeza em revolta e luta! Bolsonaro está passando de qualquer limite. Impeachment e cadeia para este criminoso".

Mais cedo, ele já havia compartilhado uma publicação de seu partido, PDT , com um vídeo que viralizou nesta quinta-feira. Pouco antes de participar da cerimônia, Bolsonaro parou para conversar com apoiadores e comentou sobre a pressão que vem recebendo de "idiotas" para conseguir vacinas: "só se for na casa da tua mãe" .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários