Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, neste sábado (30), que " não é competência " e "nem atribuição" do governo federal fornecer oxigênio para o estados do Amazonas, que vive uma crise na saúde pública. O presidente também disse que "não há omissão" do Ministério da Saúde ao tratar o colapso no norte do país e elogiou a gestão do general Eduardo Pazuello.

Bolsonaro também disse que só há uma vaga disponível para substituições em uma eventual reforma ministerial , ou recriação de ministérios , como vem sendo cogitado na imprensa. O ministério em disputal é a Secretaria-Geral, que está sob comando de Pedro Sousa. 

Você viu?

" Não tem nada de mudança nos ministérios . Só tem a vaga do Pedro, da Secretaria-Geral", afirmou. Bolsonaro recuou da posição que manifestou na última quinta-feira (29)  sobre a possibilidade de tornar as secretarias de Esporte, Cultura e Pesca em ministérios. 


"Eu disse que os três (Marcelo Magalhães (Esportes), Mário Frias (Cultura) e Jorge Seif (Pesca)) mereciam ser ministros, mas não está previsto. Não é fácil criar ministério. Tem burocracia, aumento de gastos", afirmou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários