O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto
Sergio Lima / divulgação
O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira (22) mostra que 53% da população brasileira descartam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto 42% defendem que ele seja afastado do cargo.

O resultado mostra a piora na avaliação da gestão do presidente em meio ao aumento de contaminações e mortes em decorrência da pandemia da Covid-19 .

O levantamento foi feito nos dias 20 e 21 de janeiro com 2.030 pessoas, ouvidas por telefone para respeitar regras sanitárias. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Você viu?

Em comparação com o levantamento feito entre os dias 8 e 10 de dezembro, o percentual de pessoas que não queriam impeachment era de 50%. Enquanto isso, os que defendiam a medida eram 46%. Os que não souberam responder passaram de 6% para 4%.

O impeachment tem mais apoio na faixa etária de 16 a 24 anos (51%) e entre as mulheres (49%). Os homens são os que mais rejeitam a ideia, com percentual de 62%. Entre os que tem de 35 a 44 anos, o percentual foi de 59%.

No corte geográfico, as regiões Norte e Centro-Oeste, com 60% de rejeição à proposta, e Sul, com 58%, lideram a resistência ao afastamento de Bolsonaro. Já no Nordeste, que voltou a se afastar do presidente após o fim do auxílio emergencial, a rejeição é a menor do Brasil, com 50%. O percentual é o mesmo da região Sudeste.

    Leia tudo sobre: impeachment

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários