Deputada Flordelis (PSD)  no canto direito da imagem, usando máscara preta
Reprodução Redes Sociais
Deputada Flordelis (PSD) no canto direito da imagem, usando máscara preta

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) participou de um evento no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (20) em apoio à candidatura de Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara.

Usando uma tornozeleira por ordem da Justiça do Rio, a parlamentar não conversou com a imprensa, e colegas de casa evitaram ser registrados ao lado da pastora, que é ré no processo que investiga os responsáveis pelo assassianto de seu marido, Anderson do Carmo.

Contudo, Flordelis cumprimentou Lira e outros deputados estaduais presentes no evento, mas não foi chamada para subir ao púlpito do plenário para discursar.

Você viu?

Na última terça (19), a Procuradoria de Justiça deu parecer favorável para que a deputada seja afastada do cargo. Segundo a procuradora Maria Christina Pasquinelli,  “apesar do crime não ter ligação com o mandato de deputada, Flordelis pode usar o cargo para afetar o andamento do processo criminal”.

Em depoimento à Polícia no final de dezembro, Flordelis dos Santos admitiu que sabia do plano para matar Anderson, mas negou qualquer envolvimento com a ação.

Para os investigadores, a cantora e pastora gospel é a mandante do crime, que teria como motivação a insatisfação de como o marido administrava a atividade financeira da família.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários