Ex-presidente Lula
Reprodução
Ex-presidente Lula

O ministro Ricardo Lewandowski , do Supremo Tribunal Federal ( STF ), determinou nesta segunda-feira (4) que o juiz da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal seja intimado após descumprir ordem do Supremo.

Waldemar Cláudio de Carvalho não liberou ao ex-presidente Lula acesso às mensagens que foram apreendidas na operação Spoofing, da Polícia Federal, que investigou hackers que invadiram celulares de autoridades, entre eles o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro , o procurador Deltan Dallagnol e o presidente Jair Bolsonaro .

No dia 28 de dezembro, o ministro já havia despachado a decisão que conferia ao petista acesso aos documentos que “lhe digam respeito, direta ou indiretamente, bem assim as que tenham relação com investigações e ações penais contra ele movidas na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, ainda que estrangeira”.

Contudo, a defesa de Lula recorreu novamente ao Executivo no dia 31 de dezembro após não conseguir acesso aos documentos.

Ricardo Lewandowski determinou nesta quarta (4) que o juiz Waldemar Cláudio seja intimado “das decisões proferidas por este relator mediante oficial de jusitca”. Caso haja novo descumprimento, medidas para apuração de infrações disciplinares podem ser tomadas.


    Leia tudo sobre: Lula

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários