Presidente Jair Bolsonaro
Instagram/Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro

Após participar de um jogo de futebol beneficente em Santos, no litoral de São Paulo, na tarde desta segunda-feira(28), Jair Bolsonaro conversou com jornalistas, e nas respostas, criticou a imprensa, o governador João Doria (PSDB) e comentou sobre a eleição para a presidência da Câmara.

Questionado por uma jornalista se o Brasil estaria atrasado em relação a outras nações em relação a vacinação contra o novo coronavírus (Sars-Cov-2), Bolsonaro se mostrou incomodado:

"Você está falando uma coisa aqui que não tem nada a ver. Você quer correr com a vacina? Se eu arranjar agora uma (vacina) chinesa, você toma? Toma ou não?”, perguntou o presidente, a jornalista respondeu que sendo aprovado pela ANVISA , sim.

Jair Bolsonaro ainda criticou, de forma indireta, seu rival político João Doria (PSDB), governador de São Paulo, ao dizer que "não faz demagogia" no uso de máscaras:

"Aqui tem um presidente que não tem medo da verdade, que não faz demagogia, não esta com máscara aqui no estúdio e quando está em miami fica sem máscara, é um presidente diferente, com responsabilidade. Não estou preocupado com 22, isso é problema do eleitor".

Indo na mesma linha de uma declaração dada na manhã desta segunda (28), onde afirmou que os fabricantes de vacinas que devem procurar o Brasil, Bolsonaro disse "que quem tem a vacina quer vender, o Brasil é importante, é um mercado consumidor de 200 milhões de pessoas".

Sobre as eleições para a presidência da Câmara , Bolsonaro, que anteriormente disse apoiar chapa que fará oposição ao bloco de Rodrigo Maia (DEM) , fazendo referência ao líder do centrão Arthur Lira (PP-AL), voltou a despitar e apenas disse que parabenizará o vencedor:

"Tem duas candidaturas ali. Quem por ventura ganhar, eu vou ligar para dar os parabéns".

Acompanhado de apoiadores, que assim como ele, estavam sem máscaras, item de proteção obrigatório, dentro da Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube , Bolsonaro atacou a imprensa:

"Acabou os bilhões de reais por ano, acabou essa teta, não tem grana pra vocês aliviarem a orelha do presidente".




    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários