Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara
Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira (7) que um novo nome para a sucessão dele no comando da Casa vai ser definido até o dia 15 deste mês. A eleição para as presidências da Câmara e do Senado estão previstas para fevereiro de 2021.

Entre os nomes no entorno de Maia que podem entrar na disputa estão o líder da Maioria, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), o líder do MDB, Baleia Rossi (SP), o vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (PRB-SP), e os deputados Elmar Nascimento (DEM-BA) e Luciano Bivar (PSL-PE).

"Vou escolher nos próximos dias, dentro de um aliança que nós estamos construindo desde setembro, outubro, um nome, ouvindo todos os partidos que dela participam", afirmou o parlamentar a jornalistas.

"O mais breve possível, acho que agora está mais do que na hora de escolher o nome. Até o dia 15, eu já tinha dito isso a todos", completou Maia.

A intenção é que os aliados de Maia possam reunir-se em torno de uma candidatura única, com o mote de independência da Câmara, em contraponto ao candidato do governo, o líder do bloco que ficou conhecido como Centrão, Arthur Lira (PP-AL).

Na noite deste domingo (6), o  Supremo Tribunal Federal (STF) terminou o julgamento que avaliava a possibilidade de reconduções dos presidentes da Câmara e do Senado dentro de uma mesma legislatura. Para a Corte, as reeleição são proibidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários