David Almeida foi eleito prefeito de Manaus com 51%2C27% dos votos
Reprodução/Twitter @DavidAlmeidaAM
David Almeida foi eleito prefeito de Manaus com 51,27% dos votos

No mesmo dia em que venceu o 2º turno das eleições em Manaus , David Almeida (Avante) teve que enterrar a própria mãe, vítima da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). O prefeito eleito teve 51,27% dos votos válidos, enquanto seu adversário, Amazonino Mendes (Podemos), teve 48,73%.

A disputa entre os dois candidatos terminou com uma diferença de apenas 23.223 votos e 31,61% de eleitores que rejeitaram os dois nomes. Somados, os votos brancos, nulos e as asbtenções foram 420.896 (31,61%).

"É um misto de alegria, de dor, mas ao mesmo tempo de muita responsabilidade e eu estou pronto para servir a minha cidade", disse Almeida ao portal UOL .

O candidato informou que não faria discurso de vitória no diretório de campanha em função do luto e gravaria uma live para agradecer aos votos.

De manhã, ao votar, David disse que estava havia 48 horas sem dormir e que tomaria um remédio para conseguir relaxar. De manhã após votar, ele foi enterrar a mãe.

Além da mãe, cinco irmãos e três sobrinhos de Almeida foram infectados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Uma delas teve que passar por um parto às pressas e ficou 10 dias na UTI.

"Nós passamos um drama em família. Minha mãe internada, cada dia piorando o estado dela. Eu estava anestesiado em função do estado de saúde da minha mãe e nós fomos muito atacados. No domingo do 1º turno, minha mãe deu parabéns e disse que ia votar no 2º turno. Mas a população de Manaus votou por ela", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários