Bruno Covas
Mister Shadow / ASI / Agência O Globo
Bruno Covas (PSDB) tenta se reeleger como prefeito em São Paulo

O candidato à reeleição na Prefeitura de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) discutiu com um jornalista durante uma sabatina realizada nesta terça-feira (24), na Rádio CBN. O prefeito defendeu o candidato a vice de sua chapa, Ricardo Nunes .

Após Covas discursar sobre a necessidade de haver mais representação das mulheres na gestão, ele foi questionado sobre não ter optado por uma como vice-prefeita. Covas entrou em defesa de Ricardo Nunes .

"Não sei quem apostou que minha vice seria uma mulher. Eu até queria. Mas eu escolhi um representante que representasse os 10 partidos que me apoiaram desde o 1º turno", disse Covas .

O prefeito alegou que não há processos contra Nunes, mas o apresentador Fernando Andrade disse que havia um Boletim de Ocorrência citando violência contra a esposa. Bruno Covas não gostou da resposta e rebateu.

"É impressionante como vocês são pautados pela propaganda do PSOL . Fico horrorizado com isso, como gostam de acabar com vida do meu vice sem denúncia. Não é possível que você traga isso aqui sem ter investigado", reclamou o prefeito.

O Boletim foi lido no ar e assegura que a agressão de Ricardo Nunes contra a esposa teria sido ocasionada porque o vice de Covas estaria "inconformado com a separação" e por isso teria enviado "mensagens ameaçadoras" e invadido a casa da companheira, "onde faz escândalos e a ofende com palavrões". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários