Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura
Reprodução/Roda Viva/TV Cultura
Guilherme Boulos (PSOL) em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura


A campanha de Guilherme Boulos (PSOL) à Prefeitura de São Paulo atingiu a marca dos R$ 5,3 milhões arrecadados. A maior parte do dinheiro, R$ 3,7 milhões, vem do fundo eleitoral - dinheiro público a que os partidos têm direito em ano de eleição - e equivale a 70% do total.


Mas a campanha conta com outras fontes de renda : o diretório do partido, uma vaquinha de apoiadores, doações de artistas e outras pessoas, incluindo uma herdeira de empreiteiro.

Você viu?

Quem lidera a arrecadação de Boulos na modalidade pessoa física é o cantor e compositor Caetano Veloso juntamente com sua esposa, a empresária Paula Lavigne. Cada um doou R$ 100 mil. Em seguida, está o nome de Marília Furtado de Andrade, com R$ 80 mil. Ela é herdeira de Gabriel Donato de Andrade, um dos fundadores da empreitera Andrade Gutierrez.

O PSOL está por trás desse financiamento coletivo, que é 32 vezes maior do que a vaquinha feita para o adversário Bruno Covas (PSDB) - que somou apenas R$ 32 mil. Essas e todas as doações estão registradas na prestação de contas do candidato do PSOL e dentro da lei.

Por outro lado, a campanha atual prefeito de São Paulo registra o triplo da de Boulos : R$ 18 milhões arrecadados até o momento. Seu principal financiador é o próprio PSDB, com R$ 11,6 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários